Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

Juíza excluiu nome de bispo anglicano de um relatório sobre pedofilia porque ela “amava a Igreja”

Em meio às fortes declarações do papa Francisco sobre a necessidade de se combater a pedofilia na Igreja Católica, um escândalo semelhante aos enfrentados pelo Vaticano assola a Igreja Anglicana na Inglaterra. O jornal Times de Londres publicou, entre outras denúncias de pedofilia, uma que envolveria um integrante do alto escalão clerical da Igreja Anglicana. A denúncia respinga ainda sobre uma magistrada aposentada, que teria omitido a participação do bispo de forma proposital. 
As acusações foram feitas contra a baronesa Elizabeth Butler-Sloss, 73 anos, juíza atualmente aposentada, mas que até 2004 integrava o mais alto grau da magistratura britânica. Segundo o Times, a baronesa concluiu uma investigação sobre pedofilia na Igreja Anglicana, mas decidiu não incluir o nome do bispo no caso porque ela “amava a Igreja”. A denúncia pipocou na imprensa inglesa e foi até reproduzida pelo jornal italiano La Reppublica, um dos que mais tem dado espaço aos casos de pedofilia no meio cristão.
Na matéria veiculada pelo jornal inglês, a baronesa teria confessado em 2011 a duas vítimas de pedofilia que sabia do envolvimento do bispo, mas que para preservar a Igreja Anglicana, não o incluiria no relatório final, pois “os jornais gostariam de ver um bispo exposto publicamente”.
Combate aos abusos
Numa entrevista recente, o papa Francisco falou dos casos de pedofilia dentro de sua denominação  e afirmou que aproximadamente 2% do clero católico pratica abusos sexuais contra crianças. Com um contingente de mais de 414 mil sacerdotes, os pedófilos na Igreja seriam de aproximadamente 8 mil homens, distribuídos entre padres, bispos e cardeais.
Na ocasião, Francisco prometeu agir com rigor contra os pedófilos, e afirmou que o número de clérigos com informações a respeito da pedofilia dentro da Igreja Católica é ainda maior que os 2% envolvidos diretamente. A Igreja Católica é a principal acusada de omitir os casos de pedofilia entre seus representantes, mas os escândalos atingem outras denominações cristãs, como nas denúncias feitas acima contra a Igreja Anglicana.

 Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/
lagoarealnews

lagoarealnews

Nenhum comentário:

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.