Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

Papa pede perdão a vítimas de abusos sexuais

"Não existe lugar no ministério da Igreja para aqueles que cometem esses abusos. Comprometo-me a não tolerar o dano causado a um menor perpetrado por qualquer pessoa"

O Papa Francisco celebrou nessa segunda-feira (7), na Casa Santa Marta, uma missa com a presença de um grupo de vítimas de abusos sexuaiscometidos por membros do clero. O grupo era composto por 6 pessoas da Alemanha, Inglaterra e Irlanda. Após a missa, eles tiveram um encontro a portas fechadas com o Papa.
O Papa frisou, em sua homilia, que "o coração da Igreja olha para os olhos de Jesus nas crianças abusadas e chora pelos seus filhos que traíram a sua missão e abusaram de inocentes".
"Esta é a minha angústia e dor pelo fato de alguns sacerdotes e bispos terem violado a inocência dos menores e a sua própria vocação sacerdotal ao abusar sexualmente deles. É mais do que atos deploráveis. É como um culto sacrílego porque esses meninos e meninas foram confiados ao carisma sacerdotal para serem conduzidos a Deus, e eles os sacrificaram ao ídolo de sua concupiscência. Profanam a imagem de Deus à qual fomos criados."
O Santo Padre destacou que esses atos execráveis de abusos perpetrados contra menores deixaram nas vítimas cicatrizes por toda a sua vida. "Eu sei que essas feridas são uma fonte profunda e muitas vezes de implacável pena emotiva e espiritual, e também de desespero. Alguns sofreram com a tragédia do suicídio de uma pessoa querida. A morte desses amados filhos de Deus pesa no coração de toda a Igreja", disse ainda o pontífice.
"A presença de vocês aqui fala sobre o milagre da esperança que prevalece contra a escuridão mais profunda. Sem dúvida, é um sinal da misericórdia de Deus que hoje temos a oportunidade de nos encontrar, adorar a Deus, olharmos nos olhos e buscar a graça da reconciliação. Diante de Deus e ao seu povo manifesto minha dor pelos pecados e crimes graves de abusos sexuais perpetrados por membros do clero contra vocês. Humildemente peço-lhes perdão."
O Santo Padre pediu também perdão pelos pecados de omissão dos líderes da Igreja que não responderam adequadamente as denúncias de abusos apresentadas pelos familiares e por aqueles que foram vítimas de abuso. "Isso causou ainda mais sofrimento aos que foram abusados e colocou em perigo outros menores que se encontravam em situação de risco", frisou o Papa que acrescentou:
"Não existe lugar no ministério da Igreja para aqueles que cometem esses abusos. Comprometo-me a não tolerar o dano causado a um menor perpetrado por qualquer pessoa, independentemente de seu estado clerical. Todo bispo deve exercer seu serviço de pastor com diligência a fim de salvaguardar a proteção dos menores e prestarão conta dessa responsabilidade."
Francisco concluiu sua homilia, afirmando que "devemos fazer de tudo para que tais pecados não mais se repitam na Igreja".

Fonte: Rádio Vaticano - News.va
lagoarealnews

lagoarealnews

Nenhum comentário:

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.