Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

Cuba terá primeiro templo católico desde a chegada do comunismo

Ruínas do templo de Santa Ana em Trinidad, Cuba. Foto: Luis Alveart.
Após 55 anos, a Igreja Católica obteve pela primeira vez a permissão necessária para edificar um templo, segundo informou a agência Associated Press. A edificação será realizada graças a donativos oferecidos por fiéis residentes em Tampa, Flórida (Estados Unidos). Este fato é muito significativo para um país que padeceu severas limitações à liberdade religiosa durante as mais de cinco décadas de regime comunista.

Segundo a publicação Christian Life, citada pela AP, o novo templo terá espaço para 200 fiéis e deve ser construído em Sandino, na província de Pinar del Río no Ocidente da ilha. A construção de novos templos é uma necessidade para a Igreja devido às condições dos antigos templos e a necessidade de lugares de culto para as comunidades que registram crescimento na prática da Fé e os novos assentamentos da povoação.
A situação da Igreja em Cuba teve leves, mas significativas melhoras devido ao interesse direto dos Pontífices. São João Paulo II conseguiu visitar a ilha em 1998 e obter o reconhecimento da celebração do Natal como dia festivo e a abolição da proibição formal de fazer parte da Igreja Católica imposta a todos os membros do Partido Comunista. Bento XVI visitou Cuba em 2012 e um dos frutos de sua presença no país foi a Peregrinação da Virgem da Caridade pelo território cubano.
Estima-se que em Cuba habitam por volta de sete milhões de católicos, para os quais a Igreja conta com 304 paróquias, 2210 centros pastorais, um leprosário e 2 centros de atenção ambulatória. A Igreja não pode possuir hospitais nem outros centros de atenção caritativa e sofre limitações para a manifestação pública da Fé e a Evangelização. (GPE/EPC)

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://www.gaudiumpress.org/content/64236#ixzz3HabdarJd 
lagoarealnews

lagoarealnews

Nenhum comentário:

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.