Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

Guarda Municipal de Lagoa Real cobra ação do Executivo e exige cumprimento da Lei Municipal 043/2008.

Foto: TVREALNET
Os Guardas Municipais de Lagoa Real estiveram na Câmara Municipal de Vereadores de Lagoa Real para pedirem apoio ao Legislativo nos equipamentos de segurança de trabalho dos mesmos, sendo que há mais de três anos, tem sofrido desprezo ou descaso por parte do Executivo local.
Segue partes do relato da Guarda Municipal de Lagoa Real, na sessão plenária da Câmara Municipal, realizada nesta segunda feira (27/10): “Nós tentamos de várias maneiras entrar em diálogo e conversa durante este tempo e nunca fomos atendidos. Nós temos trabalhado em condições mínimas de trabalho, pois trabalhamos em um local que não tem um porta adequada, não temos copa, trabalhamos por 24 h e não temos onde fazer um café. Uma vez que todas as secretarias do município que trabalham 8 h por dia, tem. Não temos um computador para fazer ao menos um ofício, não temos coletes balísticos para segurança do GM, não temos viatura, etc. Lembramos que a Lei de criação da GM Lei Municipal nº 043/2008 relata no seu art. 1º todos estes direitos e no art. 20º diz que o executivo tinha 120 dias para fazer cumprir todos estes direitos”. Os GM relataram também que o Estatuto da Guarda está há mais de um ano pronto na Prefeitura da Cidade e que eles não liberaram.
Os Guardas Municipais em algumas palavras mostraram-se indignados com a , atual Secretária Municipal de Administração. Segundo relataram na plenária, foi entregue à mesma as fichas de cadastro da Guarda Municipal que era para ser encaminhada à secretária de Segurança Pública em Brasília e a mesma ficou com as fichas de cadastro por 45 dias e informou que só faltava enviar e depois disse que tinha enviado no prazo, mais quando passou do prazo verificou-se que a mesma não enviou. Segundo a Coordenação da GM, a referida Secretária alegou que não enviou as fichas citadas porque foram os GM Alves e Souza que entregou as mesmas a ela. Outro relato de indignação foi feito pelo GM em relação ao vice prefeito de Lagoa Real. Segundo o GM o referido cidadão difamou a Guarda Municipal em alguns lugares impróprios: “Boteco e campo de futebol”.
Nós, GM informamos aos vereadores que estávamos sendo coagidos para não comparecer à Câmara Municipal, e estávamos sendo ameaçados de punição”, relatou.
A GM foi no plenário solicitar do Legislativo para que faça valer a Lei de criação (Lei 043/2008) onde os direitos possam ser respeitados.
Em alguns momentos do relato, o GM de forma emocionante, perguntou aos que se faziam presentes, e questionou ao mesmo tempo se iam esperar morrer um pai de família, para que o Executivo tomasse uma providência? OBS: A GM informou que no prazo de oito dias se o Executivo não reunir para conversar com a GM a Guarda Municipal de Lagoa Real entrará de greve.
Por fim agradeceram o espaço cedido pelo excelentíssimo sr. Municipal de Vereadores Valdivino Aguiar Presidente da Câmara e demais vereadores, na esperança de que providências sejam tomadas o mais rápido possível, para que possam continuar prestando os relevantes serviços à população de Lagoa Real, garantindo a tranquilidade e a segurança de nossa gente.

O BLOG Lagoa  Real News apoia esta iniciativa e assume esta bandeira juntamente com a GM - Lagoa Real, por reconhecer a sua importante contribuição para assegurar a tranquilidade e a segurança de nosso Município e enaltece o empenho e a luta em busca de valorização e repeito à Categoria!!!

Confira algumas imagens da Sessão plenária desta segunda feira (27/10):



GM Alves. Foto: TVREALNET.



lagoarealnews

lagoarealnews

2 comentários:

GM disse...

Sou GCM na cidade de Igaporã, venho acompanhando o descaso para com a GCM de L. Real, Os GCMs daí têm todo o direito de reclamar, pois não tem nenhuma condição de trabalho. Acorda gente Guarda Municipal é a polícia do município.

lagoarealnews disse...

É isso aí! Precisamos ir à luta para sermos respeitados e valorizados!!!!

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.