Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

Procuradoria eleitoral pedirá cassação de eleitos por uso ilegal de igrejas

A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE-RJ) vai pedir a cassação dos diplomas do deputado federal reeleito Francisco Floriano (PR) e do recém-eleito deputado estadual Milton Rangel (PSD), além de três religiosos das igrejas Mundial do Poder de Deus e Universal do Reino de Deus.
Todos devem responder por abuso de poder econômico em virtude de terem usado templos em atividades da campanha eleitoral, o que não é permitido pela legislação. Segundo a PRE, os réus serão julgados por buscarem votos em celebrações religiosas, e podem ficar inelegíveis por oito anos. Um dos religiosos é Leonardo Carlos Machado, o pastor Léo, da Igreja Mundial do Poder de Deus, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Fiscais da Justiça Eleitoral apreenderam panfletos, cartões e adesivos que divulgavam as candidaturas de Floriano e Rangel. Os bispos Daniel Santos e Junior Reis, da Igreja Universal também são réus. A acusação contra eles é de uso dos templos de Del Castilho, na zona norte, e de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, para promoção dos candidatos a governador Marcelo Crivella (PRB), a deputados federais Roberto Sales e Rosângela Gomes (PRB) e a deputados estaduais Tia Ju (PRB) e Benedito Alves (PMDB). As ações movidas pelo procurador regional eleitoral, Paulo Roberto Bérenger, foram protocoladas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). Para ele, os templos não podem ser transformados em comitês eleitorais. “Em uma democracia a liberdade religiosa é plena, o que é inadmissível é a transformação de templos religiosos em comitês eleitorais”, analisou. Informações da Agência Brasil.

Fonte: Bahia Notícias.
lagoarealnews

lagoarealnews

Nenhum comentário:

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.