Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

Magno Malta parabeniza Vaticano pelos novos conselhos para lidar com abusos de menores

Procurado pela mídia internacional, senador Magno Malta (PR/ES), que presidiu a famosa CPI da Pedofilia, apoiou o Vaticano que criou Conselho judicial para lidar com crimes graves, como abuso sexual de menores. Segundo Magno Malta, “a medida que entrou em vigor ontem é um bom exemplo da igreja católica e vai acelerar os procedimentos no combate a todo tipo de abuso contra as crianças.

O Conselho, ligado à Congregação para a Doutrina da Fé, é composto por sete cardeais ou bispos escolhidos pelo papa Francisco. Os recursos que serão analisados pelos membros do Conselho fazem parte do chamado delicta graviora, os crimes cometidos contra a moral e na celebração dos sacramentos católicos. “O Papa tem demonstrado grande interesse em transparência e acabar com a impunidade dentro da própria igreja. Uma iniciativa que deve ser imitada por outros setores da sociedade em defesa das crianças”, disse Magno Malta, que também é presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família Brasileira, que tem a participação da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB.
A sessão ordinária da Congregação para a Doutrina da Fé, atualmente, não está dando conta dos pedidos e o Conselho servirá para eliminar os itens pendentes. A Congregação é o órgão do Vaticano que julga os crimes contra a fé e os delitos mais graves cometidos contra a moral e a realização dos sacramentos, segundo a Santa Sé. O Conselho deverá informar a sessão ordinária da Congregação sobre suas decisões.
Há uma década, a Igreja Católica enfrenta inúmeros escândalos de abusos sexuais contra menores por parte de seus religiosos em várias partes do mundo. Em janeiro, a ONU criticou duramente a Igreja por não castigar com a devida contundência a pedofilia e, inclusive, acobertar os casos. Mas no Brasil, a CPI da Pedofilia fez várias prisões de padres e autoridades eclesiais e abrindo uma ferida que refletiu no mundo inteiro. “Em Alagoas, na cidade de Arapiraca, a CPI fez uma devassa revelando um triste quadro com décadas de abusos contra crianças. As crianças eram abusadas e depois viraram abusadoras, foi preciso da intervenção da justiça para conter a pedofilia que estava impune no alto comanda da igreja local”, lembrou a imprensa.
Senador Magno Malta falou para diversas agência e veículos estrangeiros apoiando a criação do Conselho Judicial do Vaticano e ressaltou que a luta em defesa das crianças continua cada vez mais acirrada e com apoio de todas religiões. “Lugar de pedófilo é na cadeia”, finalizou Magno Malta.

Fonte: Assessoria de Imprensa
lagoarealnews

lagoarealnews

Nenhum comentário:

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.