Em quem VOCÊ votará em 2 de outubro?

Últimas Noticias
recent

CONCURSO PÚBLICO DE GUANAMBI: SISPUMUR FAZ SÉRIE DE QUESTIONAMENTOS

Começaram nesta segunda-feira (23) as inscrições para o Concurso Público do município de Guanambi. Considerado um dos maiores do estado em número de vagas e aguardado com muita expectativa, após a publicação do Edital alguns questionamentos foram levantados.

Procurada, a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guanambi – SISPUMUR Wilma Moura diz que mesmo sem a representação da entidade na comissão que fiscaliza a organização, é absolutamente favorável a realização do certame que atende uma antiga reivindicação da entidade e sobretudo cumpre uma previsão constitucional.
Perguntada sobre o número de vagas e os salários, a presidente faz comparativo entre número de vagas disponível no edital e o numero de contratações, os salários de profissionais contratados e o salário dos concursados.

A presidente do SISPUMUR aponta o cargo de Agentes de Combate a Endemias com abertura de apenas dez vagas, enquanto há contratados pelo município 64 contratados. Aponta ainda o valor do vencimento de R$ 788,00 em desacordo com a Lei 12.994, DE 17 DE JUNHO DE 2014, que estabelece o Piso Nacional no valor de R$ 1.014,00.
Ainda é comparado o salário de um médico contratado que recebe R$ 7.320,00 de proventos enquanto o valor oferecido no concurso é R$ 5.166,84 uma diferença de mais de dois mil reais. O número de vagas para odontólogos é de apenas cinco vagas, mas em contrapartida há 25 contratados.

São oferecidas 15 vagas para técnicos de enfermagem, tendo 50 contratados. Wilma aponta ainda outra disparidade de salário de contratado e salário oferecido no concurso: o salário de um engenheiro civil contratado é mais de três mil reais e o salário oferecido no concurso é de R$ 1.868,65.
Enfim, a presidente informou que encaminhou ofício à administração municipal questionando os principais pontos analisados e aguarda resposta.

Por Bonny Silva
Foto: Montagem com fotos da internet
lagoarealnews

lagoarealnews

Nenhum comentário:

Lagoa Real News. Tecnologia do Blogger.